Folha do Norte MS
Rio Verde MS - Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018
Folha do Norte MS no Whatsapp
CIDADES » SONORA

14/09/2017 «¢s 21h21min - Atualizada em 14/09/2017 «¢s 21h21min

Projeto permite ressocialização de presos

Projeto permite ressocialização de presos

Nem todas as comarcas do interior têm local adequado para o cumprimento de pena privativa de liberdade nos regimes aberto e semiaberto em decorrência de condenação criminal. Temendo que a falta de estrutura resulte em inefetividade na execução destas penas, uma proposta está facilitando a ressocialização dos reeducandos na comarca de Sonora: o Projeto Novas Lentes, Novo Olhar.


Assim, com o objetivo de conferir a efetividade ao cumprimento da pena privativa de liberdade nos regimes semiaberto e aberto, especialmente no tocante à finalidade ressocializadora da pena, surgiu o projeto – uma iniciativa do Conselho da Comunidade de Sonora, com apoio dos Poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, Defensoria Pública, Ministério Público, OAB, Polícias Civil e Militar, Conselho de Segurança e outros órgãos e entidades locais.


Segundo o juiz Francisco Soliman, que atua naquela comarca em substituição legal, pelo projeto, uma das condições obrigatórias para o cumprimento da pena nos regimes semiaberto e aberto é a participação em reuniões periódicas, convocadas pelo Conselho da Comunidade e realizadas na Câmara Municipal.


“Nestes encontros são realizadas dinâmicas em grupo, com a orientação de psicóloga, e discutidos temas de interesse dos reeducandos, especialmente que versem sobre direitos e deveres. Em cada reunião um profissional de área diversa explana sobre assuntos que permitam ao reeducando refletir e ter uma nova perspectiva de vida. No primeiro encontro, o tema da palestra foi sobre empreendedorismo, ministrado pelo advogado Helder Luiz de Campos Soares”, explica.


Soliman ressalta que, além da ressocialização, o projeto tem por objetivo auxiliar na diminuição dos índices de reincidência e, consequentemente, aumentar os níveis de segurança na cidade, e destaca também que todos os envolvidos no projeto são voluntários, lembrando que são utilizados recursos existentes na comunidade local.


“As reuniões visam ouvir os reeducandos, a fim de conhecê-los, entender seus dilemas, sensibilizá-los e permitir que repensem suas condutas e reflitam sobre os motivos que levaram à condenação, permitindo, com isso, que possam ser reinseridos positivamente na sociedade”, completou o juiz.


Participam do projeto de 20 a 25 detentos, que esperam ter retirado o estigma de condenado ao mesmo tempo em que são positivamente inseridos na sociedade.





CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR:

AUTOR/FONTE: Secretaria de Comunicação

Luiz Carlos Atagiba

([email protected]­m.br)

Veja também »

10/01/2018

Município sedia etapa Circuito Norte de Vôlei de Praia

Município sedia etapa Circuito Norte de Vôlei de Praia

10/01/2018

Município sedia etapa Circuito Norte de Vôlei de Praia

Município sedia etapa Circuito Norte de Vôlei de Praia

14/12/2017

Prefeitura realizará atendimento oftalmológico

Prefeitura realizará atendimento oftalmológico

30/11/2017

Município inicia mutirão de combate ao Aedes Aegypti

Município inicia mutirão de combate ao Aedes Aegypti

30/11/2017

Município inicia mutirão de combate ao Aedes Aegypti

Município inicia mutirão de combate ao Aedes Aegypti

14/09/2017

Projeto permite ressocialização de presos

Projeto permite ressocialização de presos

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium