Folha do Norte MS
Rio Verde MS - Sexta-Feira, 20 de Abril de 2018
Folha do Norte MS no Whatsapp
NOTICIAS » GERAL

27/12/2017 «¢s 10h44min - Atualizada em 27/12/2017 «¢s 10h44min

Garotinho afirma ter documentos provando acusações à Globo

Garotinho afirma ter documentos provando acusações à Globo

O ex-governador do Rio de Janeiro nthony Garotinho (PR), acusado de compra de votos nas eleições de 2012 e de receber dinheiro de caixa 2 no pleito de 2014, publicou texto em seu blog no qual afirma ter documentos que irá divulgar como prova de que a TV Globo pagou propina a dirigentes da Fifa, da CBF e da Concacaf (federação de futebol da América Central e do Norte) para adquirir o direito de transmissão de eventos esportivos. Em nota, a emissora reafirmou seu “compromisso com relações éticas” nesse tipo de negociação e seu “total apoio às investigações e medidas judiciais que garantam a integridade e transparência no futebol”.


Preso em um desdobramento da Operação Chequinho, que apura a compra de votos nas eleições de Campos dos Goytacazes (RJ), Garotinho foi solto na semana passada, por decisão do ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Ontem, seis dias depois de deixar a cadeia, ele retomou a atividade de seu blog pessoal para divulgar um texto contra a emissora. Garotinho alega possuir documentos e depoimentos que incriminariam a TV Globo no escândalo de corrupção da Fifa, no que chamou de “Padrão Globo de Propina (PGP)”.


Um dos relatos de posse do ex-governador seria o do empresário e jornalista J. Hawilla, “que promete levar para a prisão outros dirigentes da entidade que comanda o futebol brasileiro e de outras federações, confederações e da própria Fifa”. A ponte de Hawilla com a emissora seriam anotações de pagamentos com a sigla “MCP”, que Garotinho diz ser uma referência ao ex-diretor da Globo Marcelo Campos Pinto, e sociedades entre o empresário e a família Marinho, dona da emissora.


Na lista desses negócios, o político cita a unidade da TV TEM, afiliada da TV Globo no interior de São Paulo, em Sorocaba (SP). A VEJA, a emissora explica que “não há, desde 2010, qualquer participação da família Marinho na TV TEM”. A Globo ainda reitera que “em sua cobertura jornalística, continuará a divulgar todas as informações relevantes sobre o assunto”.


Uma das testemunhas mais importantes no escândalo de corrupção da Fifa, Hawilla é dono da empresa de marketing esportivo Traffic, que Garotinho acusa de ser a “principal ponte da propina” para a Globo. “O grande negócio da vida de Hawilla é a Traffic. Foi através dessa empresa que ele se tornou a ponte de propina paga pelo Grupo Globo aos dirigentes da FIFA, da CBF, da Concacaf (América Central) e outras entidades do futebol mundial”, escreveu o ex-governador.


Leia na íntegra a nota da TV Globo


Não há, desde 2010, qualquer participação da família Marinho na TV TEM, uma afiliada da Rede Globo.


O Grupo Globo reafirma seu total apoio às investigações e medidas judiciais que garantam a integridade e transparência no futebol e seu compromisso com relações éticas na aquisição de direitos esportivos.


Reitera ainda que, em sua cobertura jornalística, continuará a divulgar todas as informações relevantes sobre o assunto.




CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR:

AUTOR/FONTE: João Pedroso de Campos

Luiz Carlos Atagiba

([email protected]­m.br)

Veja também »

20/04/2018

Justiça mantém contribuição sindical extinta pela reforma trabalhista

Justiça mantém contribuição sindical extinta pela reforma trabalhista

19/04/2018

Pedro Chaves promove debate sobre gestão e proteção do Bioma Pantanal em Cuiabá

Pedro Chaves promove debate sobre gestão e proteção do Bioma Pantanal em Cuiabá

19/04/2018

Os indígenas que escaparam do extermínio

Os indígenas que escaparam do extermínio

18/04/2018

Passaporte e roupas de Lula são furtados em Curitiba

Passaporte e roupas de Lula são furtados em Curitiba

17/04/2018

Réu no STF, Aécio Neves se diz vítima de ‘ardilosa armação’

Réu no STF, Aécio Neves se diz vítima de ‘ardilosa armação’

17/04/2018

Aos 97 anos, Dona Ivone Lara morre no Rio

Aos 97 anos, Dona Ivone Lara morre no Rio

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium