Folha do Norte MS
Rio Verde MS - Domingo, 22 de Julho de 2018
Folha do Norte MS no Whatsapp
NOTICIAS » ECONOMIA

18/12/2017 «¢s 11h13min - Atualizada em 18/12/2017 «¢s 11h13min

Com 13º em mãos, famílias do MS vão às compras e movimentam comércio

Injeção de recursos com pagamento do funcionalismo tem animado comerciantes, que dizem já sentir os efeitos no aumento das vendas.

Com 13º em mãos, famílias do MS vão às compras e movimentam comércio

No primeiro fim de semana após a liberação do 13º dos servidores estaduais, o comércio comemora os efeitos da injeção de recursos feita pelo governo na economia estadual. Comerciantes contam que o movimento tem sido maior desde o pagamento de R$ 392 milhões ao funcionalismo, na quinta-feira (14.12).


“Estávamos só esperando o 13º sair para comprar os presentes”, contou o bombeiro militar Adeilson Araújo, de 39 anos, que veio com a família de Aquidauana a Campo Grande para as compras de Natal. Na lista da família, há cerca de 30 presentes para os filhos, sobrinhos e crianças da igreja que frequentam, conta a esposa de Adeilson, Fabiana Nunes, de 28 anos. “Agora começa a jornada em busca dos melhores preços”, disse, animada.


Com uma boneca e um caminhão de brinquedo em mãos, a dona de casa Daiana Soares, de 29 anos, veio de Corumbá a Capital para uma consulta médica e já garantiu o presente dos filhos de 4 e 6 anos. “A gente não pode deixar as crianças sem presente”, comentou.


No início deste mês, o governador divulgou o calendário de pagamento do funcionalismo estadual que em 30 dias – de 4 de dezembro a 4 de janeiro de 2018 – injetará R$ 1,5 bilhão na economia do Estado. No caso do 13º, a liberação dos recursos que poderia ser feita até o dia 20 foi adiantada em uma semana para beneficiar o comércio. A medida foi elogiada pelo empresariado por ajudar a impulsionar as vendas.


Pelo Centro da Capital, o movimento já é o maior dos últimos dias, inclusive no trânsito. “O pessoal começou a receber e tem vindo. Os clientes falam que estão aproveitando o décimo terceiro para fazer as compras”, conta Gislaine Mendes, de 23 anos.


Funcionária em uma loja de enxovais para bebês, ela ressalta que as vendas dos últimos dias têm sido muito mais direcionadas a presentes do que consumo próprio dos clientes.


“Já deu bastante diferença no movimento”, revela a vendedora Indianara Rodrigues, de 22 anos. A equipa da loja em que ela trabalha, na rua 14 de Julho, aumentou de oito para 15 pessoas, mirando o fluxo de fim de ano. “Para a semana que vem a gente espera um aumento ainda maior”, adiantou.


Levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul (Fecomércio) com o Sebrae aponta que somente com as comemorações de Natal e Ano Novo (preparativos como presentes e ceia) sejam movimentados R$ 172 milhões na economia estadual.


Foto Edemir Rodrigues




CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR:

AUTOR/FONTE: Danúbia Burema

Luiz Carlos Atagiba

(luizatagiba@ibest.co­m.br)

Veja também »

09/07/2018

Vereador pede impeachment de Crivella por favorecimento a pastores

Vereador pede impeachment de Crivella por favorecimento a pastores

14/05/2018

Caixa lançará um novo jogo lotérico

Caixa lançará um novo jogo lotérico

11/05/2018

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.002 para 2019

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.002 para 2019

07/02/2018

BC reduz taxa Selic para 6,75% e juro atinge novo piso histórico

BC reduz taxa Selic para 6,75% e juro atinge novo piso histórico

05/02/2018

Brasileiros aceitam salários menores para driblar desemprego

Brasileiros aceitam salários menores para driblar desemprego

30/01/2018

As 100 cidades que mais criaram empregos em 2017

As 100 cidades que mais criaram empregos em 2017

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium