Sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 9-9959-0792
Campo grande

15/08/2019 às 07h10

19

Redação

Campo Grande / MS

Projeto arrojado da Euler de Azevedo garante redução de acidentes e privilegia vidas
Mais do que obra de infraestrutura, o Governo do Estado executou projeto de revitalização na Avenida Euler de Azevedo com o objetivo de priorizar a vida. Em pouco tempo de inauguração, a rota já deixou de ser um ponto crítico para quem trafega no local
Projeto arrojado da Euler de Azevedo garante redução de acidentes e privilegia vidas
Foto Saul Schrmamm

Entregue há pouco mais de um ano, a obra de revitalização e duplicação da avenida Euler de Azevedo é um exemplo de modernização da mobilidade urbana a partir da parceria Juntos por Campo Grande. Durante muitos anos a via foi cenário de acidentes e alvo de reclamações dos moradores que hoje, com a avenida totalmente reestruturada, traçam um panorama entre passado e presente.


O autônomo André Luiz Braga, que há 35 anos tem a Euler como endereço, conta que já até perdeu um amigo, entre os tantos acidentes que presenciou ali. “Na época era uma rua só com a faixa no meio. Ele vinha de moto, e bateu de frente com uma Belina. Já teve muito acidente aqui” conta, destacando que para ele, a principal melhoria foi nesse sentido: redução de acidentes. “Foi positivo, no sentido de mobilidade e segurança”.


A afirmação do morador, é comprovada pelos dados do Departamento Estadual de Transito (Detran), que apontam redução de 43% no numero de acidentes gerais na via no comparativo entre os anos de 2016 a 2018, os registros apontam queda de 92 para 52.


A redução de acidentes com feridos, é ainda maior: 58%. O que antes contabilizava 63, caiu para 35 em 2017, e fechou o ano de 2018 em 26. De janeiro a julho deste ano foram apenas 9. Já o número de acidentes fatais na via, antecedem o ano de 2017. Durante, e após a revitalização da Euler, não houve acidentes com mortes registradas no local.


Com investimentos de R$ 17,4 milhões, a nova Euler de Azevedo recebeu duplicação da pista, recapeamento no asfalto, instalação de cinco semáforos, faixas de pedestre, sendo duas passarelas elevadas (traffic calming), iluminação com lâmpadas de led, e muretas de contenção, que chegaram a causar certo “estranhamento” no início, mas muito utilizada em grandes centros no Brasil e exterior.


“A gente lutou muito conta essa mureta, mas depois a gente entendeu que precisava por ser duas mãos”, confessa sr. João Batista da Silva, que junto a esposa Leonor, reside há 30 anos no local. Para o casal a modernização trouxe benfeitorias para os moradorese região. “Foi um desenvolvimento aqui para a região.


Tecnologia de ponto 


As barreiras de contenção de concreto New Jersey, instaladas na avenida, são sinônimo de segurança nas estradas. Levam esse nome por terem sido inventadas no estado que dá nome ao dispositivo, nos Estados Unidos. De acordo com norma do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), esse tipo de dispositivo de segurança, tem a capacidade de impedir colisões frontais e o agravamento de acidentes.


A obra de modernização da Euler de Azevedo foi executada pela Prefeitura de Campo Grande com contrapartida do Governo do Estado, através do programa “Juntos por Campo Grande”, que trouxe à Capital milhões em recursos federais para obras de infraestrutura.


 

FONTE: Mireli Obando

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium