domingo, 22 de setembro de 2019
(67) 9-9959-0792
Campo grande

10/09/2019 às 12h35

33

Redação

Campo Grande / MS

Conselheiros julgam 33 processos em sessão
A sessão foi presidida pelo conselheiro Jerson Domingos
Conselheiros julgam 33 processos em sessão
Foto Mary Vasques

Na 19ª sessão da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), os conselheiros relataram um total de 33 processos nesta terça-feira, 10 de setembro. A sessão foi presidida pelo conselheiro Jerson Domingos que relatou dez processos. O conselheiro Ronaldo Chadid relatou 11 processos e Osmar Jeronymo um total de 12. O procurador-geral adjunto do Ministério Público de Contas, José Aêdo Camilo, compôs a mesa e proferiu seus pareceres. 


No processo TC/2047/2014 o conselheiro Ronaldo Chadid acolheu o parecer do Ministério Público de Contas e votou pela regularidade da execução financeira do Contrato n. 06/2014, celebrado entre o Município de São Gabriel do Oeste e a empresa de pequeno porte Trevo Engenharia Ltda., para reforma do Hospital Municipal José Valdir Antunes de Oliveira, no valor de R$ 191.662,51 (cento e noventa e um mil seiscentos e sessenta e dois reais e cinquenta e um centavos). 


O conselheiro Osmar Jeronymo relatou o processo TC/8552/2018 referente ao procedimento licitatório e a ata de registro de preços n. 9/2018 do município de Deodápolis, tendo como responsável Valdir Luiz Sartor. O conselheiro votou pela regularidade. Votou no mesmo sentido, nas duas atas de registro de preços seguintes: Processo TC/13021/2018 da SAD/MS, tendo como responsável Muriel Moreira, e TC/830/2018 do Fundo de Saúde de Nova Andradina, tendo como responsável Norberto Fabri Júnior. 


No processo TC/7470/2012, referente ao convênio 129/2012 da Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande com o Lar Nossa Senhora Aparecida, para pagamento de despesas de custeio realizadas ou a serem realizadas na creche de acordo com o Plano de Atendimento, tendo como Secretária à época, Maria Cecília Amêndola da Motta. O conselheiro Jerson Domingos votou pela regularidade do presente convênio. 


Após publicação no Diário Oficial Eletrônico do TCE-MS, os gestores dos respectivos órgãos jurisdicionados poderão entrar com pedido de recurso ou revisão, conforme os casos apontados nos processos.

FONTE: Olga Mongenot

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium