Quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9-9959-0792
Geral

17/01/2020 às 12h24

42

Redação

Campo Grande / MS

Roberto Alvim, secretário da Cultura, é demitido
“Coincidência retórica“, disse Alvim ao se justificar
Roberto Alvim, secretário da Cultura, é demitido
Foto Divulgação

O governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou, nesta sexta-feira (17), a demissão do secretário da Cultura, Roberto Alvim.


Bolsonaro convocou ministros para uma reunião no Palácio do Planalto, em Brasília, onde, ao que tudo indica, foi comunicada a decisão sobre a demissão de Alvim.


A decisão foi confirmada pela assessoria da pasta alguns minutos atrás, segundo O Globo.


Alvim se viu envolto em um oceano de críticas após fazer o anúncio de um programa de incentivo à arte inspirado nas palavras de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha Nazista.


Ao fundo, uma belíssima orquestra de Richard Wagner tocava, o músico preferido do ditador nazista Adolf Hitler.


A reação nas redes sociais foi imediatada. A hashtag #ForaAlvim escalou rapidamente os degraus do trending topics da rede social Twitter.


Coincidência retórica“, disse Alvim ao tentar justificar o injustificável.


A exoneração de Alvim pelo presidente Bolsonaro foi confirmada oficialmente no final da manhã desta sexta-feira, 17 de janeiro.

FONTE: Renova Mídia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium