Sexta, 03 de abril de 2020
(67) 9-9959-0792
Automobilismo

26/02/2020 às 11h34

44

Redação

Campo Grande / MS

Com pilotos “no mesmo nível”, Ferrari diz que “ainda pode ter ordens de equipe”
Charles Leclerc evoluiu rapidamente e se colocou em posição para desafiar Sebastian Vettel na Ferrari. O chefe Mattia Binotto, mesmo entendendo que a dupla já sabe qual é “a forma de se portar”, não descarta intervir com ordens
Com pilotos “no mesmo nível”, Ferrari diz que “ainda pode ter ordens de equipe”
Foto AFP
A Ferrari se viu em diversas situações delicadas com Sebastian Vettel e Charles Leclerc ao longo de 2019. Os companheiros começaram a brigar pela condição de primeiro piloto, criando um clima de inimizade que chegou ao ápice com o acidente e abandono duplo no GP do Brasil. Com a nova temporada começando, Mattia Binotto não abre mão do poder de aplicar ordens de equipe para garantir bons resultados em “situações claras” na Fórmula 1.

“Acho que ano passado eu mesmo precisei impôr algumas coisas”, recordou Binotto, falando em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO. “Precisávamos deixar claro como era necessário se comportar, quais eram as regras dentro da equipe, saber que a equipe vem em primeiro lugar. Acho que agora os dois pilotos entendem isso melhor e eu estou feliz com o nível de conversa que tivemos. Acho que, de maneira geral, não há muito o que dizer para eles porque eles já entendem qual é a forma de se portar”, seguiu.


2019 começou já com a Ferrari pedindo que Leclerc não atacasse Vettel no GP da Austrália. Os papeis já estavam invertidos na altura do GP da Rússia, quando a escuderia pediu que o monegasco ultrapassasse o alemão. Também não foram poucos os relatos de reuniões e conversas envolvendo a alta cúpula para aparar arestas e manter algum clima de harmonia.


O que certamente muda de 2019 para 2020 é a noção de que Leclerc está pronto para agir como primeiro piloto se necessário for.

“Eu acho que ele [Leclerc] já provou que está pronto”, apontou Binotto. “Ele foi fantástico temporada passada, ficou no mesmo nível do Sebastian, provou que pode chegar lá. Mas a equipe sempre vai ser a prioridade, então ainda podemos ter ordens de equipe. Não vou dizer que eles estão livres para correr sem ordens porque ainda podemos ter ordens para beneficiar a equipe, mas precisa ser em uma situação clara”, concluiu.

Leclerc começa 2020 já com contrato renovado, agora durando até 2024. Vettel, por sua vez, entra no último ano do acordo vigente e precisando ir para a mesa de negociações.


FONTE: Grande Prêmio

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium