domingo, 24 de maio de 2020
(67) 9-9959-0792
Saúde

01/04/2020 às 18h53

81

Redação

Campo Grande / MS

Live coronavírus: MS amplia leitos e estende prazos da quarentena
O alongamento de prazos da quarentena bem como a suspensão das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino segue até 3 de maio
Live coronavírus: MS amplia leitos e estende prazos da quarentena
Fotos Saul Schramm

A live desta quarta-feira (1°) nas redes sociais do Governo do Estado com informações sobre o covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) destacou a ampliação de leitos clínicos e de UTI em Mato Grosso do Sul. 


Para somar no tratamento de pessoas com covid-19, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) aumentou em 281 o número de leitos clínicos em três cidades: Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Outros 135 leitos de UTI foram instalados em oito municípios: Campo Grande, Corumbá, Costa Rica, Dourados, Paranaíba, Ponta Porã, Sidrolândia e Três Lagoas.


A transmissão online nas redes sociais também ressaltou o alongamento de prazos da quarentena, como a suspensão das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino, que segue até 3 de maio. Demais prorrogações também continuam. Entre elas a proibição de férias de servidores da Saúde e do Corpo de Bombeiros; a proibição de eventos com aglomerações de pessoas; e a suspensão dos prazos administrativos.


Participaram da live os secretários Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Geraldo Resende (Saúde) e Christinne Maymone (adjunta de Saúde).


O vídeo completo está disponível no endereço: www.facebook.com/GovernodeMatoGrossodoSul.


Até o momento, Mato Grosso do Sul possui 51 casos confirmados da doença. Um deles evoluiu para óbito. Outros 39 casos suspeitos são monitorados.


Live


Secretário Eduardo Riedel durante a live


Diante da pandemia do novo coronavírus e da frequente necessidade de utilizar a informação como ferramenta de saúde, o Governo do Estado adotou o formato de entrevistas coletivas online transmitidas pelas redes sociais para informar jornalistas e sociedade sobre a situação da doença no Estado, evitando assim a propagação de fake news.

FONTE: Bruno Chaves

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium