Terça, 09 de março de 2021
(67) 9-9959-0792
Coxim

15/05/2020 às 09h54

198

Redação

Campo Grande / MS

Justiça nega recurso e autoriza entrada de idosos e adolescentes no comércio
A prefeitura havia expedido decreto com flexibilização para funcionamento de atividades e serviços devido ao vírus chinês
Justiça nega recurso e autoriza entrada de idosos e adolescentes no comércio
Foto Paulo Ricardo

O desembargador Fernando Mauro Moreira Marinho, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), manteve a liminar que autoriza a entrada e permanência de menores de 18 anos e idosos em estabelecimentos comerciais e empresariais de Coxim, a 260 km de Campo Grande.


No dia 6 de abril, a prefeitura havia expedido decreto com flexibilização para funcionamento de atividades e serviços devido à pandemia da covid-19. O artigo 10 do decreto proibia a entrada de menores de idade e maiores de 60 anos nestes estabelecimentos, sem exceção.


A defesa de Luis Carlos cita a liberdade de ir e vir, previsto na Constituição Federal, ressalta as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), como o isolamento social, mas que “não abre mão do seu direito ao livre arbítrio, de circular livremente nos estabelecimentos comerciais para fazer compras de mantimentos essenciais”.


O prefeito Aluízio São José (PSB) havia dito ao Campo Grande News que “todas as medidas devem ser tomadas com o espírito de prevenir que a doença chegue a uma cidade como a nossa”. O município ingressou com Agravo de Instrumento, mas o desembargador não identificou fundamentos capazes de deferir o efeito pretendido pelo Executivo.


Na decisão, o desembargador Fernando Mauro Moreira Marinho aponta que “não há elementos suficientes que possam demonstrar que houve erro ou ilegalidade na decisão singular, pois o magistrado considerou que as medidas […] manifesta discriminação desarrazoada e não positiva ao cenário pandêmico, tendo em vista que os idosos possuem necessidades básicas, tais como a aquisição de alimentos, medicamentos e outros insumos, não podendo, portanto, ser privados do acesso aos locais e serviços de que necessitam para sua sobrevivência, em desigualdade com os demais munícipes”.


De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), Coxim registrou apenas seis casos de pessoas contaminadas pela covid-19. Não há registro de óbitos relacionados à doença.

FONTE: DiárioX

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium