Quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 9-9959-0792
Campo grande

17/11/2020 às 07h48

58

Redação

Campo Grande / MS

Estado investe R$ 520 milhões na pavimentação de 374 km de rodovias e projeta mais R$ 2,5 bilhões
As obras em execução e em fase de projetos e contratação se espalham por todos os 79 municípios, gerando milhares de empregos e criando novos cenários com a ocupação de vazios pelos empreendimentos industriais e expansão agropecuária e florestal
Estado investe R$ 520 milhões na pavimentação de 374 km de rodovias e projeta mais R$ 2,5 bilhões
Foto Arquivo

O Governo de Mato Grosso do Sul executa 24 frentes de pavimentação e restauração de rodovias estaduais, totalizando 374 km, e abriu procedimentos de contratação e licitação de outras 31 obras e projetos de engenharia, as quais representam a implantação asfáltica de mais 810 km, beneficiando todas as regiões do Estado.


Os investimentos até 2022 somam R$ 3 bilhões, incluindo serviços de manutenção (restauração) de 1.260 km de rodovias já pavimentadas. Este volume de obras e de recursos próprios empregados em infraestrutura viária, desde 2018, consta em relatório da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).


Os números demonstram a concretização da meta do governador Reinaldo Azambuja de garantir logística ao escoamento da produção, segurança aos usuários e implantação de novos corredores de integração regional, com a incorporação de 1.175 km de rodovias à malha pavimentada.


“É gratificante para nosso governo realizar obras dessa envergadura, levando infraestrutura e encurtando distâncias entre os polos de produção, potencializando, assim, o agronegócio, atraindo novos investidores e contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do Estado”, afirma Reinaldo Azambuja.


Figueirão-Costa Rica


As obras em execução e em fase de projetos e contratação se espalham por todos os 79 municípios, gerando milhares de empregos e criando novos cenários com a ocupação de vazios pelos empreendimentos industriais e expansão agropecuária e florestal.


A chegada do asfalto beneficia também outros segmentos relevantes para a economia regional, como o turismo, destacando-se a ligação do centro de Bonito a entrada para a Gruta do Lago Azul, pela MS-382 – primeira etapa do pavimento projetado até a Baía das Garças (Serra da Bodoquena).


Conforme o mapa da Agesul, 22 frentes de pavimentação asfáltica estão em execução, totalizando investimentos de R$ 489.937.077,88. O pavimento de 7,79 km da MS-382, em Bonito, já foi concluído, e está em fase final a ligação dos 60 km entre Figueirão e Costa Rica, pela MS-223, uma rodovia vital para o escoamento da produção naquela região – boi, grãos, milho, cana-de-açúcar e algodão. A obra foi executada em dois trechos simultaneamente.


Para o secretário-adjunto da secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Luis Roberto Martins de Araújo, são benfeitorias estratégicas do ponto de vista da logística. No período de 2015-2018, o Governo do Estado pavimentou 197,8 km de rodovias estaduais e a meta é chegar a 38% nos próximos dois anos.


“Com certeza, a chegada do asfalto alavanca o sistema produtivo, gerando desenvolvimento, riquezas, mais empregos”, disse. “Além de fomentar a economia, a infraestrutura viária reduz distâncias e tempo, incidindo no barateamento do frete e custo de produção, nos tornando um Estado mais competitivo”, completa.


Contorno rodoviário


Outras obras em fase de conclusão: 27,8 km da MS-258, entre Capão Seco e a MS-060, em Sidrolândia; 42,5 km da MS-379, entre Laguna Carapã e Posto Taji (Aral Moreira); 10 km da MS-244, entre a BR-163 e Bonfim (Jaraguari); recuperação e proteção de aterro às margens do Rio Miranda, na MS-339; pavimentação do acesso de 2,7 km à Usina Barreirinho, pela MS-376, em Fátima do Sul, e o trecho que compreende a Serra do Amazílio (MS-215), em Pedro Gomes.


Em execução: ligação da MS-347 com frigoríficos, em Dois Irmãos do Buriti; contorno rodoviário de Porto Murtinho, da BR-267 ao distrito portuário, de 7,19 km; trecho de 11 km entre a BR-262 e MS-442, distrito de Taunay, em Aquidauana; ligação pela MS-386 entre Iguatemi e Japorã, de 39 km; implantação de 9 km da MS-223, entre Silviolândia e Jauru, em Coxim.


Também estão em pavimentação: trecho de 6,5 km da MS-165, entre Aral Moreira e Vila Marques; 8,5 km entre MS-276 e balneário municipal de Anaurilândia; 22,2 km da MS-472 (Barra do Caracol), em Bela Vista; 31,8 km da MS-165, entre Sanga Puitã, Aral Moreira e Coronel Sapucaia; e acesso ao aeroporto de Dourados (BR-462/MS-162), de 7,1 km. O acesso à Usina Laguna, de 5,3 km, na MS-476/MS-473, entre Batayporã e Taquarussu, terá início ainda em novembro.

FONTE: Sílvio de Andrade

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium