Segunda, 12 de abril de 2021
(67) 9-9959-0792
Saúde

27/02/2021 às 08h25

86

Redação

Campo Grande / MS

Com novo cronograma, complexo hospitalar de Corumbá está com 85% de sua estrutura pronta
Para o prefeito Marcelo Iunes a que a obra é um dos maiores investimentos que o município está recebendo do Governo do Estado
Com novo cronograma, complexo hospitalar de Corumbá está com 85% de sua estrutura pronta
Fotos Assessoria

Definida a reprogramação do término da obra do novo Pronto Socorro de Corumbá, após alterações no projeto devido a problemas no lençol freático e grande quantidade de rochas no terreno, a Prefeitura anunciou para outubro a entrega do benefício à população. A obra é executada pelo município com recursos (R$ 11,9 milhões) do Governo do Estado.


A pandemia do coronavírus e as adequações no projeto de engenharia adiaram a conclusão do empreendimento hospitalar em 2020, que está com 85% de sua estrutura concluída. A empresa contratada está executando a última etapa, o anexo onde funcionará a ala com 30 leitos em dois pavimentos, em fase de acabamento. Os 55 operários estão iniciando a implantação da alvenaria.


Prefeito Iunes e secretário Rogério visitaram a obra


A estrutura do novo complexo de saúde pública do município pantaneiro se destaca entre as ruas América e Sete de Setembro, centro da cidade. A obra mudará radicalmente o padrão de assistência médico-hospitalar na região, se integrando ao centenário Hospital de Caridade. Segundo o governador Reinaldo Azambuja, a construção do novo PS faz parte de um plano de reestruturação da saúde em todo o Estado, totalizando seis novas estruturas hospitalares.


Saúde de qualidade


“Vamos entregar uma nova estrutura em saúde, totalmente equipada, moderna, para fazer um bom atendimento à Corumbá e região”, afirmou. “Esta obra é um compromisso que fizemos, ela tem uma importância singular para a região, e ficamos muito contentes com a parceria com a Prefeitura, a quem destinamos os recursos”, completou.


Com 3,6 mil m² de área, o Pronto Socorro contará com alas de triagem, emergência, ambulatório, receptivo e enfermaria, além do setor com 30 leitos. Os investimentos ampliam a estrutura do único hospital de uma região com 180 mil habitantes (incluindo Ladário e as cidades fronteiriças da Bolívia), com uma demanda crescente e hoje sem suporte clínico para oferecer qualidade de serviços à população.


Os investimentos do Governo do Estado incluem, ainda, reforma do atual prédio do Hospital de Caridade e reestruturação completa do centro obstétrico e da enfermaria da maternidade. Numa segunda etapa, serão adquiridos os equipamentos e mobiliário. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a reforma no cento obstétrico vai padronizar a unidade dentro das normativas da Rede Cegonha, do Ministério da Saúde.


Parceria do Estado


O prefeito corumbaense Marcelo Iunes vistoriou as obras do novo Pronto-Socorro Municipal esta semana e garantiu sua conclusão em meados do segundo semestre de 2021. “Os serviços estão bem adiantados e tudo correndo conforme os trâmites legais vamos poder entregar essa obra, no mais tardar, em outubro. A empreiteira, inclusive, vai acelerar a obra com mais contratações”, afirmou.


Iunes destacou que a obra é um dos maiores investimentos que o município está recebendo do Estado, “com a ajuda do nosso governador Reinaldo Azambuja, e do nosso secretário Eduardo Riedel, grandes parceiros de Corumbá e não medem esforços para trazer investimentos para a região”. “São leitos novos, um hospital totalmente moderno, com equipamentos novos, vai propiciar um atendimento de qualidade.”


Ao acompanhar o prefeito durante a visita ao canteiro de obras, o secretário municipal de Saúde, Rogério Leite, explicou que o novo complexo hospitalar tem sua importância estratégica dentro de uma macrorregião que engloba Corumbá, Ladário e as cidades bolivianas situadas na fronteira, onde existe uma demanda crescente sem que haja estrutura físico e técnico para suportar.


Nova estrutura em saúde, totalmente equipada, moderna, vai proporcionar bom atendimento à Corumbá e região


“Corumbá é uma área estratégica para os ministérios da Saúde e da Defesa. Nós já fomos contatados para que reforcemos principalmente a área hospitalar, a estrutura de saúde é relacionada ao atendimento de uma situação de fronteira, que é um programa do Governo Federal, o SIS Fronteira, de dar toda a segurança e estrutura, de atendimento à população da região”, detalhou.

FONTE: Subcom MS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium