Terça, 27 de julho de 2021
(67) 9-9959-0792
Chapadão do Sul

29/04/2021 às 19h08 - atualizada em 29/04/2021 às 19h25

82

Redação

Campo Grande / MS

Cidade Empreendedora: Ações para o Plano de Desenvolvimento Econômico da cidade são definidas em oficina
Documento é elaborado pelo Sebrae, em parceria com gestores municipais e lideranças locais, para nortear a execução do programa na cidade
Cidade Empreendedora: Ações para o Plano de Desenvolvimento Econômico da cidade são definidas em oficina
Foto Divulgação

Nesta quinta-feira (29), representantes da Prefeitura Municipal de Chapadão do Sul, vereadores e lideranças locais do município, como membros da Associação Comercial e Empresarial da cidade, reuniram-se com uma equipe do Sebrae/MS no Centro de Convivência da Melhor Idade “Conviver” para estabelecer ações de melhorias para a cidade. Por conta dos protocolos de biossegurança, o encontro foi restrito a poucos participantes e exigiu o uso de máscaras. 

Como parte do programa Cidade Empreendedora, aderido pela segunda vez por Chapadão do Sul em 2021, a reunião consistiu na Oficina de Planejamento Participativo que propõe, a partir do diálogo com os interlocutores do município e das análises de pesquisas socioeconômicas feitas pelo Sebrae, a elaboração de um Plano de Desenvolvimento Econômico (PDE) para a cidade. O documento vai nortear a execução deste segundo ciclo do Cidade Empreendedora em Chapadão do Sul com a proposta de promover a inovação, melhorar a dinâmica e o ambiente de negócios, aumentar o desempenho empresarial e fortalecer a governança. 

Segundo o prefeito, João Carlos Krug, um dos principais objetivos é a melhoria do ambiente de negócios para beneficiar o empreendedor local e atrair novos empresários para o município. “Queremos atrair pessoas de todas as áreas, profissionais capacitados, investidores e empresários para que eles possam continuar trazendo seus negócios para cá. Para isso, vamos fomentar o ambiente positivo de negócios no município e fazer com que as pessoas sintam que há um ambiente claro, transparente e que aqui vão poder colocar suas empresas para produzir. Acredito que esse trabalho também vai impactar direto no fortalecimento dos nossos empresários locais”, ressaltou Krug. 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento, José Teixeira Júnior, a oficina abordou vários pontos que vem de encontro com a expectativa da gestão municipal e dos interlocutores que estiveram presentes em relação a execução do segundo ciclo do Cidade Empreendedora no município. “Foi um encontro muito produtivo, a técnica que o Sebrae utilizou envolveu bastante os participantes e as ações propostas condizem com o que todos tinham em mente como importante para o desenvolvimento da cidade, por isso, ficou bem claro o rumo que a gente quer seguir. Hoje Chapadão do Sul já é um polo regional, mas queremos trabalhar para nos tornarmos um dos cinco polos de inovação do Estado”, expôs o secretário. 

O consultor do Sebrae, Augusto Aki, pontua que Chapadão do Sul é um município com características peculiares, o que pede a abordagem de temáticas que, geralmente, não são tão relevantes em outras regiões como a necessidade de melhorar a atração de consumo; a promoção da recuperação do tecido social e a possibilidade de transformar o município em um polo regional de desenvolvimento. Juntos esses três eixos, correspondem 90% das ações pontuadas durante a oficina como relevantes para impulsionar, ainda mais, o crescimento da cidade. 

“Temos uma boa perspectiva em relação a Chapadão do Sul, pois a gestão municipal e as lideranças locais estão bem organizadas. Isso aumenta a possibilidade de as sugestões trazidas pela oficina serem implementadas e impacta diretamente no sucesso das ações do Cidade Empreendedora e no desenvolvimento do município”, ressaltou o consultor. 

Principais eixos de trabalho 

No caso da atração do consumo, Aki ressaltou que o trabalho prevê iniciativas que auxiliem o empresário a identificar que o precisa ser aprimorado no comércio, além de uma abordagem voltada para os colaboradores com a proposta de motivá-los e capacitá-los, o que também vai influenciar diretamente na melhoria da experiência do cliente. 

“Geralmente nos municípios é trabalhada a questão da evasão de consumo, porém a pesquisa sociopolítica feita pelo Sebrae mostra que, em Chapadão do Sul, apenas 18% das compras são feitas fora do município, o que é muito baixo. Por outro lado, percebemos que mesmo com esse potencial de consumo retido na cidade, o comércio não consegue ter um desempenho tão bom por diversos fatores e há a necessidade de ações voltadas para o varejo que atraiam o consumidor”, pontuou Aki. 

Junto com o trabalho de atrair os consumidores para o comércio local, o planejamento urbano do município é outro ponto que vai ser levado em consideração. Segundo o consultor, esse é um diferencial que pode transformar a cidade em um polo regional de desenvolvimento. 

“Chapadão do sul tem vocação para ser um polo e com o planejamento urbano isso é possível. A gente vai avaliar os espaços públicos de lazer, promover a criação de roteiros gastronômicos para quem visita o município a trabalho e ainda fazer com que a cidade se torne um hub logístico para o turismo na região norte do Estado. Isso porque os municípios em torno de Chapadão do Sul, como Chapadão do Céu e Costa Rica, tem atrativos voltados para o ecoturismo, mas não possuem muita estrutura para receber esse turista e Chapadão do Sul pode auxiliar nisso. Então queremos fomentar a criação de trilhas e roteiros a partir daqui”, esclareceu o consultor. 

Por fim, outro ponto que vai ser trabalhado no município consiste na recuperação do tecido social e engloba ações voltadas para aumentar a autoestima da população e levar capacitações aos trabalhadores. Uma das propostas é transformar as escolas em pontos de cidadania, com iniciativas aos fins de semana que visem fortalecer as comunidades. 

Plano de Desenvolvimento Econômico 

Durante a oficina, mais do que identificar o que é relevante para o município, também foi elencado qual tipo de trabalho é prioridade. O diálogo entre os interlocutores resultou em um relatório que vai ser analisado por técnicos do Sebrae e a partir dele vai ser feito o Plano de Desenvolvimento Econômico para o município. O documento será entregue a gestão municipal posteriormente, quando vai ser elaborado um cronograma de execução das ações. 

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas por meio do número 0800 570 0800.

FONTE: Da Assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium