Sexta, 24 de setembro de 2021
(67) 9-9959-0792
Cidades

17/05/2021 às 19h35

134

Redação

Campo Grande / MS

Para promover o desenvolvimento de Porto Murtinho, prefeitura oficializa parceria com o Sebrae/MS
Programa Cidade Empreendedora promove ações para transformar a economia e ajudar no crescimento do município, que integra a Rota Bioceânica
Para promover o desenvolvimento de Porto Murtinho, prefeitura oficializa parceria com o Sebrae/MS
Foto Divulgação

Em solenidade realizada nesta segunda-feira (17), em Porto Murtinho, o prefeito do município, Nelson Cintra, formalizou a parceria com o Sebrae/MS para a execução do Cidade Empreendedora – programa que visa transformar a economia e promover o desenvolvimento local a partir do fortalecimento dos pequenos negócios.

Como Porto Murtinho está em uma posição estratégica, na fronteira com o Paraguai e é um dos principais municípios que integram a Rota Bioceânica em Mato Grosso do Sul, o gestor municipal afirma que a adesão ao programa vem como ferramenta para ajudar a cidade a se estruturar e conseguir atender as novas demandas que irão surgir a partir do funcionamento do corredor rodoviário.

De acordo com Nelson Cintra, dentre os principais objetivos deste trabalho em conjunto com o Sebrae está a melhoria do comércio local. "Queremos fortalecer os nossos empreendedores, gerar mais emprego e renda. Já fiz outros projetos com o Sebrae anteriormente e tive muito sucesso, tenho certeza de que desta vez não vai ser diferente. Não tem por que eu ser prefeito e não prestar um bom serviço para a sociedade. Esse é meu objetivo, atender o povo de Porto Murtinho", pontuou o prefeito.

Na solenidade de assinatura, também esteve presente o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que enfatizou a importância da Rota Bioceânica para o Estado, já que 68% das exportações sul-mato-grossenses são destinadas ao mercado asiático e o corredor rodoviário vai permitir que o transporte seja feito de forma mais competitiva. Além disso, também reforçou como a parceria entre o Sebrae e a Prefeitura Municipal de Porto Murtinho vai fazer com que os comerciantes, e a população como um todo, estejam preparados para a nova realidade.

"A integração entre Paraguai e Brasil vai trazer mais competitividade e desenvolvimento. Vamos produzir mais e com o programa Cidade Empreendedora, vamos ter a qualificação das pessoas para que elas possam conduzir melhor o seu negócio. O Sebrae é um instrumento fantástico de segurança para o bom empreendedor. Desde que ele seja disciplinado e ouça os técnicos do Sebrae, a performance da empresa melhora. A assinatura desse contrato vem para viabilizar o desenvolvimento regional com o empreendedorismo e com a geração de oportunidades. É acreditar no poder do comércio local para fortalecer a economia", reforçou o governador.

Já como representantes do Sebrae/MS, participaram da solenidade o presidente do Conselho Deliberativo (CDE) da instituição e titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck e o diretor-superintendente, Claudio Mendonça. Além dos conselheiros do CDE Alfredo Zamlutti, presidente da Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul (FAEMS), e Marcelo Turine, Reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Com a contratação do programa, o Sebrae/MS acompanha o município durante 15 meses e, em Porto Murtinho, o trabalho é desenvolvido a partir do eixo “Cidade de Negócios”, uma estratégia voltada para alavancar o município por meio do empreendedorismo.

De acordo com Jaime Verruck, a ideia é proporcionar o desenvolvimento local e auxiliar a população. "Estamos preocupados em preparar as pessoas de Porto Murtinho e da região para receber o crescimento que vai ser proporcionado pela Rota Bioceânica. Quando nós trazemos o Cidade Empreendedora, estamos dando sinal para que os empresários se preparem e para que a população se qualifique, pois vão surgir novas oportunidades e possibilidades. Sabemos que vão vir pessoas de fora, por isso quem é da cidade precisa estar pronto. Viemos preparar o município que é o centro da Rota Bioceânica para o desenvolvimento", ressaltou Verruck.

Para fortalecer o comércio local, segundo Claudio Mendonça, uma das linhas de atuação do Cidade Empreendedora é direcionada para auxiliar e propor soluções aos pequenos empresários que, em Porto Murtinho, representam 83% da densidade empresarial, de acordo com dados da Receita Federal do último ano. Já a outra vertente do programa atua diretamente no âmbito das políticas públicas com a proposta de desburocratizar processos e melhorar o ambiente de negócios.

"Em Porto Murtinho há todo um trabalho que está sendo feito para o município crescer e o que a gente quer é incluir o pequeno negócio. Estamos aqui trabalhando junto a Câmara de vereadores, para que o empresário possa encontrar uma legislação favorável ao desenvolvimento. Além disso, queremos que esse pequeno empreendedor possa preparar o seu negócio, através de um financiamento, da melhora de gestão, de produção ou da prestação de serviço para que ele possa crescer junto com Porto Murtinho", ressaltou Claudio.

A cerimônia de assinatura veio como uma formalização da parceria entre a prefeitura e o Sebrae/MS, pois em Porto Murtinho a execução do Cidade Empreendedora teve início no dia 12 de abril com a ação Sebrae na sua Empresa, quando agentes visitaram os pequenos negócios para identificar dificuldades enfrentadas pelos empreendedores e propor soluções. Desde o início da ação, mais de 80 empreendimentos foram visitados. Neste ano, além de Porto Murtinho outros já 19 municípios de Mato Grosso do Sul aderiram ao Cidade Empreendedora.

Rota Bioceânica

Durante o evento também foi falado sobre a construção do corredor rodoviário, principalmente, dos trechos que envolvem Brasil e Paraguai. Representando o país vizinho estiveram presentes o governador do Alto Paraguai, José Domingo Adorno; a prefeita de Carmelo Peralta, Mirna Orrego, e o presidente da Itaipu Paraguai, Manoel Cáceres.




Antes do início da solenidade, os três fizeram um passeio de barco junto com as autoridades brasileiras para visitar o trecho do Rio Paraguai onde vai ser construída a ponte que ligará Porto Murtinho a Carmelo Peralta. De acordo com Jaime Verruck, este é considerado um dos elos mais importantes da Rota Bioceânica, pois irá permitir que os produtos saiam do Brasil, passem pelo Paraguai e alcancem o oceano pacífico rumo ao mercado asiático, de forma mais competitiva e em menos tempo.

A obra para a construção da ponte foi orçada em US$ 82 milhões e será paga com recursos da Itaipu Binacional. Depois da visita, as autoridades anunciaram que a licitação para selecionar a empresa que vai construir a ponte será retomada. Em março deste ano, o Governo de Mato Grosso do Sul chegou a lançar o edital, mas o processo licitatório foi adiado por conta do governo paraguaio.

Verruck afirmou que a licitação já tem data para ser retomada. "No dia primeiro de julho se retomam os processos normais de licitação da Rota Bioceânica, principalmente da ponte, até porque o Paraguai continua as obras de infraestrutura do outro lado. Há possibilidades dentro do cronograma de que a ordem de serviço seja dada ainda neste ano, então, acredito que no mês de setembro vamos dar início às obras da ponte entre Carmelo Peralta e Porto Murtinho. A partir da execução a expectativa é que ela seja finalizada em três anos", concluiu o titular da Semagro e presidente do CDE do Sebrae/MS.



FONTE: Natalie Malulei

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium