Sexta, 24 de setembro de 2021
(67) 9-9959-0792
Saúde

27/07/2021 às 19h24

48

Redação

Campo Grande / MS

Secretário discute com diretoria do São Julião criação do Hospital do Idoso
A unidade hospitalar vai contar com mais de 120 leitos
Secretário discute com diretoria do São Julião criação do Hospital do Idoso
Foto Divulgação

O Secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, esteve reunido nesta terça-feira (27), com a diretoria do Hospital São Julião para acertar detalhes para a construção e financiamento do Hospital do Idoso - HI - em Campo Grande. 


A unidade hospitalar vai contar com mais de 120 leitos e disponibilizará serviços de diversas especialidade sendo referência para Mato Grosso do Sul.


Justificando a importância e necessidade da estrutura, Geraldo Resende disse que o Estado deve ofertar cuidado especializado, integral e multiprofissional com ênfase na saúde do idoso. “Nós queremos que o Hospital do Idoso, seja inspirado num modelo assistencial de referência em geriatria e gerontologia, que pretende, além de intervir no alarmante e já consolidado quadro de doenças próprias da terceira idade, antecipar e atender às necessidades e demandas decorrentes do crescimento da população acima de 60 anos”, destaca o secretário.


Para tanto, está sendo proposta uma unidade hospitalar com capacidade entre 120 a 140 leitos, composto por serviço de pronto atendimento, ambulatório especializado em saúde do idoso, internação hospitalar, unidade de terapia intensiva, hospital-dia geriátrico e serviço de assistência domiciliar; e contará com várias especialidades clínicas de interesse da área de geriatria e gerontologia, como cardiologia, pneumologia, urologia, neurologia, reumatologia, odontologia hospitalar e traumato-ortopedia entre outras especialidades.


Segundo levantamento realizado pela SES – considerando os próximos 10 anos, o Estado deverá apresentar maior população idosa acima de 60 anos em relação aos menores de 19 anos. O aumento da curva da densidade demográfica faz com que o Estado inicie os preparativos para atender este novo público. Somente no ano de 2020, por exemplo, as faixas etárias que mais utilizaram serviços hospitalares foram os idosos de 60 a 69 anos com 42%; de 70 a 79 nos, com 37%; e acima de 80 anos, com 21%.


Os benefícios desta unidade hospitalar vão contribuir para a comunidade científica como Instituição geradora de conhecimento em gerontologia e geriatria e na formação de profissionais qualificados para prestar o cuidado ao idoso como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e cuidadores de idosos.


Durante o encontro com a diretoria, Geraldo Resende disse que vai construir com a bancada federal para que verbas de emendas parlamentares sejam destinadas para o financiamento da construção do Hospital do Idoso no São Julião.


Solicitação ao Ministério da Saúde


Geraldo Resende, entregou ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante a sua visita à Mato Grosso do Sul ofício em que solicita o apoio financeiro de R$ 50 milhões para a construção do Hospital do Idoso em Campo Grande. A entrega aconteceu durante a abertura da 1ª Reunião de Gestores do Mato Grosso do Sul, que reuniu 79 Secretários Municipais de Saúde, realizada na Assembleia Legislativa de MS.

FONTE: Rodson Lima

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium