domingo, 17 de outubro de 2021
(67) 9-9959-0792
A Fazenda

16/09/2021 às 09h59

59

Redação

Campo Grande / MS

Cointa propõe criação de tilápia nos municípios pertencentes à Bacia do Rio Paraguai
Reunião aconteceu na Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar)
Cointa propõe criação de tilápia nos municípios pertencentes à Bacia do Rio Paraguai
Foto Divulgação

Em agenda realizada na última terça-feira (14), na Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), em Campo Grande, o presidente do Cointa (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia Hidrográfica do rio Taquari) e prefeito de Sonora, Enelto Ramos, acompanhado dos prefeitos e gestores dos demais municípios da região Norte do Estado, se reuniram com o secretário da Semagro, Jaime Verruck e com o superintendente de Ciência, Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar, Rogério Beretta para apresentar proposta que consiste na criação de tilápias em toda a região que integra a Bacia do Rio Paraguai.


A proposta que visa alavancar o desenvolvimento da cadeia produtiva da piscicultura na região Norte, foi apresentada pelo subcoordenador do Cointa, o biólogo e mestre em Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos, Cleiton Oliveira dos Santos.


O secretário da Semagro ouviu atentamente os representantes e concordou em fazer uma análise do pedido. “O Cointa nos pediu para estudar ações, dentro do PROPEIXE, que possam alavancar o desenvolvimento da piscicultura na região. Vamos fazer o diagnóstico da situação, o levantamento das necessidades e propor as ações”, disse o secretário.


Para o presidente do Consórcio, essa ação tem o objetivo de abrir caminhos para o desenvolvimento sustentável da região. “O peixe representa 34% da proteína animal consumida no mundo e o nosso Estado se destaca na produção da tilápia. Vimos uma oportunidade de desenvolver economicamente a nossa região com a gestão associada do Cointa e trouxemos a ideia para o secretário Verruck. Estamos confiantes”, disse Enelto.


O PROPEIXE simplifica as normas e procedimentos, busca adequar a carga tributária sobre a produção visando dar maior competitividade; prevê apoio à viabilidade de crédito e recursos financeiros ao setor e premiação aos produtores que se destacam no cumprimento das metas. Com o programa, o governo do Estado espera chegar a produção de 36 mil toneladas de peixe em 2021, aumentando a capacidade de processamento para 37 mil toneladas no ano que vem. Também pretende chegar à utilização de 70% da capacidade instalada da indústria local em 2021, saindo dos atuais 58%.


A proposta também foi apresentada ao deputado Paulo Corrêa, presidente da Assembleia Legislativa, que de pronto solicitou que o Consórcio protocolasse a matéria para ser votada na Casa de Leis.


Além da presença do prefeito de Coxim Edilson Magro, também estiveram presentes na reunião os prefeitos Edson Nogueira (Jaraguari), Marcela Ribeiro Lopes (Corguinho), William Luís Fontoura (Pedro Gomes), vice-prefeitos, secretários e gestores municipais.

FONTE: Da Assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium