Terça, 21 de agosto de 2018
(67) 9-9959-0792
Automobilismo

25/06/2017 às 16h41

83

Redação

Campo Grande / MS

Hamilton condena postura de Vettel
Revoltado, deixou um recado: “Se ele quer provar que é macho, que mostre fora do carro” O clima entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel incinerou após o GP do Azerbaijão. Os líderes do campeonato se estranharam na pista e levaram o desconforto para fora dela. Hamilton, entre uma ofensa e reclamações com a direção de prova, chamou o rival para a briga
Hamilton condena postura de Vettel

O clima entre os dois líderes do Mundial de F1 e candidatos ao título da temporada 2017 esquentou. Um incidente durante uma intervenção do safety-car no GP do Azerbaijão deste domingo (25) provocou uma crise diplomática entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. E a prova terminou com Lewis chamando o rival para a briga. Briga mesmo, o popular "cinco minutinhos" "Se ele quer provar que é macho, que mostre fora do carro", foi exatamente o que disse Hamilton logo após saltar do carro. Em seguida, completou ao chamar o tetracampeão de "desgraçado" e dizer que "foi uma direção nojenta". Os dois eram primeiro e segundo colocados no momento do desentendimento, mas acabaram Hamilton em quinto, Vettel em quarto.


Tudo aconteceu quando Lewis freou fora demais dos padrões, numa espécie de "brake test". Atrás e sem tempo de tirar o pé, Vettel deu um toque com o bico na Ferrari na traseira da Mercedes. Irritado, Vettel emparelhou ao lado de Hamilton e jogou o 5 contra o 44 deliberadamente. Acabou punido com um stop & go de 10s. Hamilton não foi punido, mas precisou fazer um pit-stop extra por conta do encosto de cabeça de seu carro, que se soltou no meio da disputa pela vitória. 


Um pouco depois, em entrevista para a rede de TV inglesa Sky Sports, Hamilton se conteve um pouco mais. "Não me importo [com o incidente com Vettel]. Aconteceu e passou, e temos que seguir em frente. Acho que não é a conduta de um piloto. É direção perigosa, e tomar [apenas] 10s por isso... Não preciso dizer mais nada", seguiu, indicando irritação com a punição branda da direção de prova.



Lewis se recuperou, apesar de voltar atrás de Vettel. O quinto posto acabou sendo lucro. "Estou bem. Pra frente e avante", disse o piloto da Mercedes.


"Não me importo [com o incidente com Vettel]. Aconteceu e passou, e temos que seguir em frente. Acho que não é a conduta de um piloto. É direção perigosa, e tomar [apenas] 10s por isso... Não preciso dizer mais nada", seguiu. Vettel também deu seu recado e disse que "a F1 é para adultos".


Fora isso, Hamilton até que saiu em espírito otimista. "Estou bem, apenas ansioso para chegar em casa. Foi um bom fim de semana e ainda fizemos alguns pontos, o que é fundamental. Pra frente e avante", disse.


A diferença entre os dois na classificação do campeonato agora é de 14 pontos em favor de Sebastian.

A temporada da F1 volta em duas semanas, 9 de julho, com o GP da Áustria. No ano passado, Lewis Hamilton foi quem ficou com a vitória.







Foto Grande Prêmio

 

FONTE: Grande Prêmio

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium