Quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9-9959-0792
Saúde

02/11/2018 às 14h17

76

Redação

Campo Grande / MS

Município dá início à campanha Novembro Azul
Objetivo é conscientizar sobre a saúde do homem e a prevenção com o câncer de próstata
Município dá início à campanha Novembro Azul
Foto Assessoria

Lançada oficialmente ontem, dia primeiro, na cidade de Ladário, pelo secretário municipal de Saúde, Juvenal Ávila de Oliveira, a campanha Novembro Azul, direcionada ao público masculino e que visa à prevenção do câncer de próstata. O câncer de próstata é o segundo tumor que mais mata os homens no País


Durante o ato, Ávila, que é Psicooncologista, falou sobre a importância da próstata na vida do homem, esclarecendo sobre as condutas práticas e simples para se evitar a doença.


Chamou à atenção no evento as senhoras que se vestiram de rosa e traziam o azul da campanha numa clara preocupação com a saúde do marido filho, irmão e até avô.


No final da cerimônia houve um congraçamento regado a vários


tipos de alimentos.


Prevenção


A partir dos 45 anos todos os homens devem fazer os exames preventivos para detectar qualquer alteração na próstata. Os homens que já possuem fatores de risco, como antecedentes de câncer de próstata ou de mama na família e homens da raça negra, os exames devem ser feitos a partir dos 40 anos.


A alteração mais comum da próstata é a Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) e alguns sintomas mostram que algo precisa ser investigado. No caso dos tumores malignos os sintomas podem não aparecer na fase inicial da doença.


De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), são estimados, por ano, cerca de 1,1 mil novos casos da doença em Mato Grosso do Sul para cada 100 mil habitantes.


Tratamento


Quando o câncer é diagnosticado e está restrito ao órgão, o paciente recebe um tratamento curativo, que pode variar de acordo com a estratificação de risco, ou seja, se há baixo ou alto risco de progressão.


Entre os exames clínicos usados para detectar hiperplasia da próstata, prostatite (inflamação da glândula) e também o câncer, está o de sangue, um exame que avalia o nível de circulação do PSA (Prostate-Specific Antigens), antígeno específico da próstata.


Além do PSA, o toque retal é um exame clínico imprescindível para avaliar a sensibilidade, consistência e limites da próstata.

FONTE: Luiz Carlos Atagiba

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium